IDEC - guia Alimentação Saudável e Orgânica

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) é uma associação de consumidores sem fins lucrativos, independente de empresas, partidos ou governos, que luta por relações de consumo mais justas em várias frentes de atuação, inclusive na área da alimentação. 
 

Na coleção "Escolas Saudáveis", eles trazem o debate sobre o papel das escolas na formação de atitudes mais saudáveis, entre crianças e adolescentes, mas também seus reflexos nos educadores, na família e em toda a comunidade escolar. As publicações reúnem propostas e experiências práticas que podem ajudar gestores públicos na implementação de ações que criem hábitos mais saudáveis dentro e fora das escolas. As duas primeiras publicações, "Alimentação Saudável nas Escolas - Guia para municípios" e "Alimentos Orgânicos nas Escolas - Guia para Gestores", são de 2018. "Ambiente Alimentar das Escolas - Guia para Gestores" é de 2020.

"Alimentação Saudável nas Escolas - Guia para municípios" tem como objetivo disseminar e promover a saúde e o bem-estar em todos os cantos do Brasil, trazendo medidas como a regulamentação da cantina escolar, a capacitação dos cantineiros e a proibição da publicidade de alimentos nas escolas garantem que os alunos recebam os estímulos e as informações necessárias a respeito da importância das escolhas alimentares saudáveis.

333.png

"Alimentos Orgânicos nas Escolas - Guia para Gestores" identifica e relata experiências bem-sucedidas em diferentes partes do Brasil que
priorizam a aquisição de alimentos orgânicos e de base agroecológica da agricultura familiar na alimentação escolar. Mostra que é possível priorizar a aquisição desses produtos por pequenos, médios e grandes municípios e estados, desde que haja vontade política dos
gestores públicos e interesse da sociedade.

free-book-cover.png

"Ambiente Alimentar das Escolas - Guia para Gestores" tem como finalidade debater a importância da escola como espaço de construção
de hábitos alimentares saudáveis. Nesta edição, foram apresentadas experiências exitosas de promoção da alimentação saudável no
ambiente escolar em três estados brasileiros, São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina, seus desafios e soluções para regulamentar
a oferta de alimentos nas instituições de ensino.